Procurando Dory (Finding Dory) | CinePipoca

Procurando Dory cumpre a função de devolver a nostalgia de um dos filmes mais memoráveis da Pixar?

E a função de ser uma continuação eficaz e original. Veremos essas questões no decorrer da minha opinião, que não é fácil escrever por conta do grande amor que sinto pelo trabalho feito em animações!

Incrível como a Pixar conseguiu deixar sua marca em Procurando Nemo há treze anos atrás. Com o anúncio que iriamos ver os personagens de volta ao cinema o publico da época já sentiu a nostalgia mesmo sem nem assistir ao filme, mas esse seria um ponto chave para o filme, a nostalgia carregaria o filme para o sucesso e sua originalidade seria deixada de lado.

Procurando DoryO trabalho de Andrew Stanton e Angus MacLane deve ter sido difícil no ponto de vista de inovação, afinal como trazer um personagem, que antes secundário, faria parte do arco principal. Toda a história giraria em torno desse personagem, no caso Dory.

Antes trabalhado como um alívio cômico, o caso de perda de memória recente retratado na peixinha Dory (Ellen DeGeneres) aqui é muito mais emocional e funciona como o ponto de aprofundamento da personagem, o filme trabalha com flash backs da jovem Dory até se perder de seus pais e encontrar Marlin (Albert Brooks) em sua jornada!

O novo longa se passa um ano após todos os eventos acontecidos em Procurando Nemo, onde Dory começa a ter lapsos de memória e então se recorda dos seus pais, eis a premissa do filme.

Um dos pontos fortes do filme é a animação, que volta com uma cara mais realista e brilhante, outro ponto são as experiências vividas por Dory, agora retratadas de uma forma diferente. A Pixar/Disney tiveram uma sacada incrível em explicar pontos altos do filme anterior.

Como Dory ‘inventou’ a múica “continue a nadar..” ou então como ela aprendeu a falar a língua das baleias? Essa explicação torna o filme mais original do que parece, onde somos apresentados a uma nova personagem, Dory nesse filme é muito mais emocional.

O filme ainda funciona como um modo de enxergarmos a vida daqueles que vivem com esse tipo de doença, como a vida não é fácil e acima de tudo a Pixar consegue nos mostrar uma história de superação!

Os novos personagens são brilhantes e possuem arcos que realmente irão ajudar o desenrolar do filme. Hank (Ed O’Neill) é bem trabalhado e não deixa a desejar na produção, assim como os personagens Destiny (Kaitlin Olson) que rouba a cena em todos os momentos que aparece e funciona perfeitamente com o Bailey (Ty Burrell) ambos personagens inesquecíveis nessa nova jornada da Pixar.

Apesar de pouca originalidade, Procurando Dory consegue trazer a nostalgia, divertir e apresentar uma história nova baseada no filme anterior. Fiquei extremamente satisfeito com a produção e já me deu saudade!

 Veredito: 8,9

You may be interested

BTW // Você precisa escutar os lançamentos da semana!
Música
3 Compartilhamentos42 Visualizações
Música
3 Compartilhamentos42 Visualizações

BTW // Você precisa escutar os lançamentos da semana!

Diego Augusto Durante - outubro 21, 2017

E aí queridinhos do ExtraPOP, mais uma semana e como é de lei, mais uma atualização da BTW // Lançamentos…

Jão lança os singles “Álcool” e “Ressaca”, e começou muito bem!
Música
38 Visualizações
Música
38 Visualizações

Jão lança os singles “Álcool” e “Ressaca”, e começou muito bem!

Diego Augusto Durante - outubro 20, 2017

Provavelmente você conhece o Jão! Se não conhece vai conhecer a partir de hoje, o cantor tem um canal no…

Taylor Swift libera prévia de música inédita “Gorgeous”, ouça!
Música
9 Compartilhamentos40 Visualizações1
Música
9 Compartilhamentos40 Visualizações1

Taylor Swift libera prévia de música inédita “Gorgeous”, ouça!

Diego Augusto Durante - outubro 19, 2017

WOOW! Taylor Swift resolveu dar o ar da graça e divulgar prévia de uma nova música do seu novo disco!…