Divertida Mente (Inside Out) | CinePipoca

A minha paixão por filmes de animação já não é mais uma novidade. Com a animação da Pixar Animation Studios não foi muito diferente, Divertida Mente é um filme lindo e que explica ao seu modo como nossa cabeça funciona em relação as emoções básicas: Alegria, Tristeza, Nojo, Raiva e Medo.

Com certeza a Pixar teve uma ideia brilhante, mostrar como nossa cabeça funciona, em diferentes tipos de situações, no filme dirigido por Peter Docter (Valente, Up, Monstros S.A) em especifico com mudanças de ambientes, amizades e essas coisas que estamos fadados ao passar do tempo.

A Alegria é o sentimento predominante dentro da cabeça da pequena Riley, até que um certo momento seus pais resolvem mudar de cidade e as coisas começam a sair do controle. Escondendo seus verdadeiros sentimentos, na cabeça na Riley, na verdade, ´é a amizade tentando manter a tristeza longe, a partir do momento que em tudo o que ela toca começa a ficar triste.

Divertida mente 2Uma associação de como nos sentimos quando algo desse tipo acontece, sempre nos mostramos felizes e empolgados, quando na verdade só precisamos de um abraço e chorar um pouco.

Por causa de um desastre em tentar impedir que a tristeza trocasse um sentimento base, ela e a Felicidade vão para o subconsciente de Riley, e é onde tudo começa a ser muito mágico.

Cada momento do Design de produção é louvável. A criação de mundos e cenários coloridos como a Pixar sempre faz deixa tudo tão mais bonito aos nossos olhos e ao mesmo tempo consegue dar o visual certo a cena em questão.

O roteiro é clichê de um certo ponto, mas nunca vimos como é que funciona a cabeça dessa maneira. Com vários arcos na história, a principal se torna a jornada da Felicidade e Tristeza para retornar a central de comando enquanto tudo é destruído.

O filme é leve e do jeito que uma animação tem que ser, com seus momentos grandiosos que nos fazem rir e até mesmo chorar! Pixar Animation Studios mandou muito bem com Divertida Mente

Deixe uma resposta